Saudações, amiguinhos do café!

Eu gosto de algumas definições sobre dinheiro, por exemplo, “dinheiro é um recurso”, e se você não tem, não conte com ele. Ou como o tio Harv no Segredo da Mente Milionária diz que “dinheiro é um lubrificante”, que eu adoro imaginar quantos duplos sentidos dá pra derivar disso aí!

Ou até como disse Zig Ziglar: “dinheiro não é tudo, mas ranqueia lá em cima, junto com o oxigênio!”. Parece que pra ele é meio importante, né? Mas, e pra você?

Exageros e piadas à parte, uma definição que eu uso muito é que “dinheiro é uma ferramenta”, e essa ferramenta te permite melhorar não só a sua vida, mas a das outras pessoas. Eu sou daqueles que acreditam que para sermos plenos, precisamos exercitar nas três áreas: Ganhar, guardar e doar.

Claro que alguém endividado não deve se preocupar com isso, afinal, até o bombeiro antes de pular na água pra salvar alguém veste primeiro seu equipamento. Se você não é um bom nadador, não espere poder ajudar alguém se afogando. Você vai se afogar junto, e afogamento financeiro não é legal. =)

Mas “no te preocupes”, porque hoje dar umas dicas pra poder despertar a sua “FINANCEIRA MENTE”! E pense numa aliada forte, pensou? Vamos lá!

Nossa mente controla nossa decisões, e a mentalidade correta (ou errada) vai influenciar diretamente o resultado da nossa conta bancária e da nossa fatura do cartão de crédito. Pensamentos levam a emoções, emoções nos levam a ações e ações levam a resultados. Nessa ordem. Sem pular etapas. De novo pra memorizar:

PENSAMENTOS -> EMOÇÕES -> AÇÕES -> RESULTADOS

Nossos resultados são frutos de nossas ações, que advém de um impulso emocional, que, por sua vez, se origina dos nossos pensamentos. E eu nunca ouvi falar de ninguém que agiu da mesma maneira e obteve resultados diferentes, você já? Então, resultados diferentes exigem ações diferentes. De novo, pra memorizar:

“RESULTADOS DIFERENTES EXIGEM AÇÕES DIFERENTES”

Mas nossas ações seguem hábitos, e é necessário um esforço para mudá-las. E não agir também é uma “ação”. Pra mudar? É preciso emoção! E a emoção vem de ter MOTIVO. Quando você sonha com aquela viagem maravilhosa, ou com um carro importado (eu já falei o tanto que eu acho isso tosco? Mas o sonho é seu, sinta-se livre pra me mandar para “aquele lugar”) ou com a casa própria, ou com sua festa de casamento (de novo, acho tosco, siga o modelo anterior e me mande de novo). Quando você se visualiza vivendo esse sonho, seja ele qual for, você se sente motivado ou desmotivado? Energia f*d@, né? Essa é a emoção que te faz agir diferente.

E isso veio porque você usou a sua MENTE para gerar a EMOÇÃO, que te dá a energia para AGIR diferente. O processo é mental. Começa com mudança de MENTALIDADE. Por isso os hábitos e a reeducação financeira são tão importantes.

A vantagem enorme disso é que a sua mente fica dentro de você. Não depende de mais ninguém. Agora ela não vai ceder sem lutar! E ela é boa pra arrumar desculpa, você já deve ter percebido, não? A briga é feia, mas é possível de ganhar quando o MOTIVO é GRANDE!

Se você mostrar o tamanho do seu motivo pra sua mente, ela vai te ajudar. Ela quer te ver feliz, afinal, ela é você! Se estude, experimente, descubra o que te motiva e aprenda a virar essa chave sempre que precisar.

É sério, isso muda a sua vida.

Agora vai lá, toma um café e descobre o teu motivo. Posta aqui nos comentários se quiser compartilhar com a gente.

Boa fortuna!