Quando eu comecei a postar algumas frases que eu gostava no meu Instagram (@romulofuzo), e comecei a tentar fazer a minha parte para disseminar mais conhecimento, boas práticas e incentivar as pessoas a experimentarem coisas novas, a se motivarem e buscarem seus sonhos e toda essa gostosura que está em alta hoje em dia (finalmente!), claro que meus amigos começaram a me questionar. E, é claro, também a me zoar; afinal, amigo é amigo!

Mas a turma é boa, só crânio. E a zoeira é bem intencionada, tanto que no meio da bagunça um deles fala: “porra, Fuzo, essas frases aí são muito retóricas, são tipo “a gente só faz o que a gente quer”. Eu imediatamente senti o “sensor aranha de frases fodásticas” apitando, porque a magia real acontece na simplicidade! E olha que frase simples e que diz absolutamente tudo na maior clareza, diretamente na fuça! Vou repetir e dar o nome do santo:

“A gente só faz o que a gente quer.” – Normando Silva Júnior

Não precisa de muita reflexão pra perceber que é a mais pura verdade. A gente só gasta dinheiro com o que a gente quer. Só guarda se quiser. Só investe se quiser. Só resgata se quiser. E eu vou ousar e dizer que A GENTE SÓ GANHA O QUE A GENTE QUER também.

Porque o poder está dentro da gente. E eu não estou falando de esoterismo, do segredo, de pensamento positivo e outras “bruxarias”. Também não estou falando que não é, até porque eu curto e estudo isso pra caramba. Eu estou falando que funciona, e é nisso que você deve focar, nas coisas que FUNCIONAM!

Chame do que você quiser; de poder da fé, pensamento positivo, materialização de imagem mental, Deus te deu, ou simplesmente que você configurou seu subconsciente pra trabalhar buscando a solução por meio de uma reeducação dos seus pensamentos. FUNCIONA. Ponto.

Agora, em cima disso, sabendo que funciona, e depois de escolher uma entre as várias possibilidades de explicação pra você justificar e incorporar a prática na sua personalidade, vem a pergunta de ouro, que eu vivo fazendo – o que você quer? Essa é outra paulada! Eu vou dizer de novo bem grande pra frisar:

O que você quer?

E é exatamente esse o problema! Temos uma quantidade limitada de tempo, de disposição, de dinheiro e outros recursos e vivemos de maneira aleatória, sem foco, gastando energia e dinheiro de forma dispersa com todas as “pedras brilhantes” que surgem no nosso caminho. O dia passa, a disposição diminui, o dinheiro acaba e você percebe que se manteve ocupado o tempo todo e não progrediu. Falta de foco! Falta de objetivo claro e definido!

E isso é o que mata qualquer planejamento financeiro – ou praticamente de qualquer outra área que você esteja tentando evoluir. Se você não sabe o que quer, não sabe onde quer chegar, logo, não sabe qual o caminho certo.

Pare um pouco. Se desligue de qualquer distração, procure um lugar onde você possa ficar um pouco só ouvindo seus pensamentos, pode ser no grande momento filosófico de todos no banheiro, o importante é ter papel (pra anotar!). Reflita por alguns momentos no que você REALMENTE quer. Emocionalmente, profissionalmente, financeiramente, espiritualmente, go nuts.

Se tiver complicado, faz só o profissional e o financeiro mesmo; vai no seu ritmo. Mas descubra aquilo que você realmente quer, lá no silêncio, na voz no fundo da sua cabeça. Descubra o que te faz FELIZ. Depois construa a sua vida em cima do que você descobrir, com propósito e determinação.

Porque sucesso sem felicidade, amigo, é o maior fracasso possível.